sábado, 3 de julho de 2010

Somos Seres de Cuidado...


Recebi o Boletim EducaRede de número 364, como sempre, muitas idéias e sugestões...
Hoje em particular um convite ... Que por sinal adorei...é sempre muito bom desafios e olhando como acontece, o material e o blog... Fiquei encantada!!!
Quem dera eu possa me entusiasmar e participar. Na verdade é pensar, sonhar e criar que nos reanima em nossos trabalhos...
Fica a dica pra você que passa por aqui: "EDUCAR E BRINCAR"

Estou postando um dos materiais de referência, o belo livro "A Infância e o Livro"
disponível para donwload



Bartolomeu: poeta mineiro, Bartolomeu brinda a todos com uma prosa que revela a profunda afinidade com a natureza proporcionada pela literatura.

Mais do que um texto norteador, um recurso encantador, alimentador e inspiracional.

Respeitar e cuidar é o eixo que fundamenta o tema Saber cuidar, proposto pelo 2.º Prêmio Ecofuturo de Educação para a Sustentabilidade.

Convidamos os educadores brasileiros a conhecer, reconhecer e compartilhar ideias sobre como podemos ser mais cuidadores e cuidadosos com a vida.



Do material proposto no blog

http://blogpremio.ecofuturo.org.br/


Mito do Cuidado: Conheça um texto extraído da mitologia greco-romana que fundamenta a nossa proposta.

Somos Seres de Cuidado

Certo dia ao atravessar um rio, Cuidado viu um pedaço de barro. Logo teve uma ideia inspirada. Começou a dar-lhe forma. Chegou Júpiter e Cuidado pediu que ele soprasse espírito na nova criatura , o que ele fez de bom grado.

Quando Cuidado ia nomear a nova criatura, Júpiter o impediu e disse que o certo seria que ele, Júpiter, lhe desse o nome. Enquanto discutiam, surgiu a Terra que também entrou na disputa. Ela deveria originar o nome, pois a criatura era feita de seu material. Pediram então a Saturno que entrasse como árbitro. E ele assim o decidiu: “Você Júpiter, que lhe deu o espírito, receberá de volta este espírito quando a criatura morrer. Você, Terra, que lhe deu o corpo, também receberá seu corpo quando já não houver vida nesta criatura.” E como foi Cuidado quem primeiro a moldou, esta será uma criatura de Cuidado, enquanto ela viver. E uma vez que entre vocês há acalorada discussão acerca do nome, decido eu: esta criatura será chamada Homem, isto é, feita de húmus, que significa terra fértil.


Fonte: http://www.premioecofuturo.com.br/2010/index.php/saber-cuidar.html

quinta-feira, 1 de julho de 2010

“ajudar a olhar”...olhar!!!!!

Precisamos todos os dias repensar...como posso exercer esse papel... EDUCARDOR...
“ajudar a olhar”

"Crescer, aprender e amadurecer intelectualmente requer tempo, persistência e paciência. Requer um professor comprometido com o desempenho do aluno e não com a sua vaidade intelectual. Quem nunca ouviu comentários, como: “o professor sabe muito, mas não consegue ensinar...?”"

Mércia Falcini
Mércia Falcini • E-mail E-mail

Conversas Entrelinhas

Psicopedagoga com Especialização em Formação de Professores e Sistema de Gestão. Atualmente é Diretora da Consultoria e Assessoria Saberes, Consultora da Fundação Pitágoras e colunista do site Itu.com.br.

O menino de Eduardo Galeano

Publicado: Sábado, 26 de junho de 2010
Foto
Pai, me ajuda a olhar?

Ainda me lembro das palavras do meu professor de Psicologia dizendo do perigo dos extremos, sobretudo na formação da personalidade. Ter muito ou nada, fazer além ou aquém é igualmente arriscado no reino dos sentimentos... A felicidade e o bem-estar estão no equilíbrio e ainda que este tempo nos imponha tantos excessos, precisamos encontrar o meio termo e com ele conter os extremos.

Trabalhamos demais. Atropelamos o tempo necessário para criar, pensar e educar. Excedemos o limite do consumismo e embriagados pelo desejo do mais, ignoramos a nossa capacidade reflexiva. E assim, nessa vida louca, de poucas horas, de correria exagerada, de pressa e pressão, cobrança e prazo, penso que nos acorrentamos.

Passamos do ponto e, em algum ponto, perdemos o controle. Exageremos e entregamos aos jovens um mundo de incerteza, medo e insegurança. Não sabemos mais como ajudá-los, orientá-los, educá-los. Estamos todos perdidos.

A escola se perdeu... A velha didática não suporta mais a velocidade e a quantidade de informação, embora insista na ideia de dar conta de tudo. Os alunos reclamam, mas os professores não escutam: o volume de conteúdo a cumprir fala mais alto. Aulas corridas, explicações apressadas, projetos relâmpagos, livros volumosos e alunos solitários refletem a hiperatividade deste tempo, chamado pós-moderno.

A pressa domina a vida da escola e ignora o tempo do aprender. O livro de leitura, raramente de literatura boa, é jogado nas mãos dos alunos para que devolvam sua interpretação, poucos dias depois, em respostas a uma prova escrita. Cadê a roda de conversa que ensina o aluno a reconhecer a intenção do escritor e o sentimento ao redor da palavra? Cadê o desenvolvimento da competência de leitura das linhas e entrelinhas? Cadê a recuperação da aprendizagem que ficou no meio do caminho?

Não posso concordar com uma escola também embriagada pelo desejo do muito de nada. A escola precisa assumir-se como porto seguro, como chão firme que sustenta os passos dos meninos, sobretudo no enfrentamento do monstro assustador, que é o seu futuro.

Penso que a escola perdeu sua essência. Pesquisas mostram que diretores estão cada vez mais distantes da gestão pedagógica. Muitos deles dizem não ter responsabilidade com o baixo desempenho da aprendizagem. Alguns, ainda, nem são vistos pelos alunos, tamanha distância e ausência da atuação profissional.

Crescer, aprender e amadurecer intelectualmente requer tempo, persistência e paciência. Requer um professor comprometido com o desempenho do aluno e não com a sua vaidade intelectual. Quem nunca ouviu comentários, como: “o professor sabe muito, mas não consegue ensinar...?”

Com um pouco de vontade, muito interesse e bom-senso, algo a fazer ainda é possível. Basta recuperarmos o sentido da educação, em casa, na escola, que é cuidar das pessoas e “ajudar a olhar”, como pediu ao seu pai, o menino de Eduardo Galeano, com 04 anos de idade, quando viu o mar pela primeira vez.

Fonte:http://www.itu.com.br

EDUCAÇÃO...


Notícias de educação...




01/07/2010 - 19h27

Ideb 2009: especialista destaca parceria com município, mas diz que é preciso valorizar docente

Da Agência Brasil
Em Brasília



O coordenador-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, disse nesta quinta (1) que a parceria entre os municípios e a União é um dos grandes pontos responsáveis pelo crescimento do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de 2009. Segundo ele, o índice é muito importante, mas ainda é insuficiente para melhorar a qualidade do ensino no país.

“A parceria entre a União e os municípios é a que mais contribui para um melhor nível nesse setor do ensino público. Além disso, as séries iniciais do ensino fundamental são as que mais recebem matrículas e profissionais.”

Na tarde de hoje, o Ministério da Educação (MEC) divulgou os dados nacionais que mostram que o índice subiu de 4,2 em 2007 para 4,6 no ano passado, superando em 0,4 a meta prevista (4,2).

Em entrevista à Agência Brasil, Cara disse que para melhorar a qualidade da educação no país é preciso superar algumas questões. “Não é possível dar um salto nos índices sem antes melhorar o salário dos professores, sem ter acesso contínuo à internet e sem valorizar de alguma forma a profissão da educação”.

Cara aponta essas carências como um dos motivos para os baixos índices do ensino médio, que apesar de ter ficado na média, foi a área que apontou menor crescimento.

“O problema do ensino médio é que ele tem uma alta taxa de evasão e o Ideb é sensível a esse fenômeno. O que tem que acontecer é uma igual parceria entre ele [governo federal] e o Estado, como ocorre ente o ensino fundamental e os municípios. Dessa forma, os índices ficarão mais equilibrados. As prioridades devem ser as mesmas”, disse Cara.

Para o presidente-executivo do Movimento Todos Pela Educação, Mozart Neves, é necessário trabalhar para que o ritmo de crescimento do Ideb não pare. “Cada degrau é mais difícil que o anterior. É preciso acelerar o ritmo e continuar com esse esforço para atingir a meta de 2022 de 6 pontos. Se foi difícil subir de 4,2 para 4,6 será ainda mais difícil chegar a 4,8 ou mais”.

Em entrevista à Agência Brasil, por telefone, Neves explicou que o Ideb foi uma estratégia nova de pensar a educação no Brasil porque incentivou escolas e municípios a adotarem métodos diferenciados para alcançar a qualidade. “Os números de hoje mostram que os municípios fizeram o dever de casa que os governos não fizeram anteriormente.”

fonte: http://educacao.uol.com.br



FAZENDO COM AMOR!!!!!!

FAZENDO COM AMOR!!!!!!

EDUCAR E BRINCAR...

PROJETO RESGATE DA PSICOMOTRICIDADE ATRAVÉS DOS RECURSOS NATURAIS.

TRAILERS - SLIDES - •Documentários, Entrevistas

EDUCAÇÃO - AMBIENTE - DESENVOLVIMENTO - POLÍTICA - ATITUDE - CULTURA 

NOSSOS MESTRES NA LITERATURA INFANTOJUVENIL

A voz do autor no rádio...

Falar e ouvir... uma questão pessoal...

Um pouco de sua história...

Conversando com autores...

Tatiana Belinky, a escritora que queria ser Emília...

Histórias que nos acompanham...

PAI DA TURMA DA MÔNICA...

Uma contadora especial...

Histórias para ouvir e contar... O clássico mundial A Árvore Generosa.

A ARTE DE CONTAR HITÓRIAS...

A História Mais Longa do Mundo (adaptação)

História Marcelino Pedregulho (adaptação)

Divirtam-se... CRIANÇAS.

Projeto UCA

CAMINHO JOVEM... ESPERANÇA!!!!

Música com o corpo "Barbatuques"

"TEMPO...TEMPO...TEMPO... VOU TE FAZER UM PEDIDO"

O Ponto de Mutação de Fritjof Capra

A TEIA DA VIDA...

Educação Ecológica... Entevista com Capra.

Humberto Maturana e Ximena - Encontro... Reflexão... 1 de 8 vídeos

REPORTAGEM: Brincadeiras

Professora Vania Cavalari Psicomotricidade. ...

entre no site e assista a entrevista http://www.sabertv.net/portal/mediacenter/view/276/psicomotricidade/

POESIA DE AMOR...

texto "O direito de ser criança" de Ruth Rocha e som "Dias Melhores" de Jota Quest.

EDUCAR...

Limites...

<a href="http://video.msn.com/?mkt=pt-BR&amp;from=sp&amp;vid=0f517149-43f6-4d81-b88c-e520ef3b4d42" target="_new" title="Como lidar com o filhos dos outros">Video: Como lidar com o filhos dos outros</a>

Brincar é aprender...

Aprendendo sempre... PSICOMOTRICIDADE

http://www.animacorpus.net/psicomotricidade/

APRENDER E EDUCAR.

EDUCAR E BRINCAR... CRESCER...

Aprender...Educação Infantil.

Educar e aprender...

Infância- Tempo de construir valores...

Educar... filho faz por imitação...

Educar e aprender... Transformação...

Video = Ciência estuda o que e passa no cérebro dos bebês

Educar... Aprender...

EDUCAR E BRINCAR. APRENDER COM A NEUROCIÊNCIAS...

PROJETO RESGATE DA PSICOMOTRICIDADE ATRAVÉS DOS RECURSOS NATURAIS.

A EMOÇÃO ESTAR NO AR....

MEU AMIGO BICHO!!!!!